Facebook Twitter YouTube

CUT SE > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > TRABALHADORES DA EMGETIS PROMOVEM MANIFESTAÇÃO EM BUSCA DE MELHORIAS

Trabalhadores da Emgetis promovem manifestação em busca de melhorias

12/07/2012

Mobilizados pelo Sindtic, os servidores da Emgetis realizaram na manhã desta quinta-feira, 12 de julho, um Ato Público com café-da-manhã em frente ao órgão

Escrito por: Laisa Galdina

Mobilizados pelo Sindicato dos Trabalhadores da Tecnologia de Informação e Comunicação de Dados de Sergipe (Sindtic), os servidores da Emgetis - Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação - realizaram na manhã desta quinta-feira, 12 de julho, um Ato Público com café-da-manhã em frente ao órgão, localizado na Avenida Adélia Franco. O objetivo dos trabalhadores era sensibilizar a Direção da Emgetis para que eles respondam a Pauta de Reivindicações dos servidores, enviada desde o dia 26 de março de 2012, e ainda sem resposta da Empresa.

 

De acordo com o dirigente do Sindtic, Jairo de Jesus, a data-base da categoria foi no mês de Abril, por isso os trabalhadores procuraram apresentar a Pauta de Reivindicações ainda em março. "Nesse período foram efetuados diversos contatos com a Empresa que somente respondeu que aguardava definição do índice de aumento anunciado pelo Governo Estadual para agendar a 1ª mesa de negociação. O Governo já anunciou esse índice e ainda assim a Direção de Emgetis não recebeu os trabalhadores para negociar, nem mesmo as cláusulas não financeiras", ressaltou Jairo.

 

Os servidores da Emgetis reivindicam reajuste de 5,02% mais 3%, auxílio alimentação de R$400, incorporação do adicional de prorrogação de expediente, inclusão de um dependente legal no plano de assistência médica e odontológica, participação de representante dos trabalhadores no processo de reestruturação da empresa e no seu processo de planejamento estratégico, elaboração e implantação de plano de cargos e salários, medidas de prevenção de doenças ocupacionais, e capacitação técnica/administrativa dos trabalhadores.

 

Embora algumas poucas melhorias no seu parque tecnológico, a Emgetis passou por um longo período de sucateamento, expatriação dos seus quadros funcionais, ausência de um plano de capacitação que considere as exigências do mercado de TIC e as novas demandas dos Órgãos públicos estaduais, que somados ao achatamento salarial dos seus trabalhadores, denuncia um quadro que exige medidas urgentes do Governo e dos gestores da empresa para recolocar a Emgetis no seu papel estratégico de oferecer soluções tecnológicas que viabilizem a melhoria contínua da prestação do serviço público ao Cidadão.

 

A Central Única dos Trabalhadores de Sergipe (CUT/SE) esteve presente na manifestação, dando apoio e suporte à luta dos trabalhadores da Emgetis. De acordo com o Diretor de Políticas Sociais da CUT/SE, Plínio Pugliesi, os trabalhadores estão lutando pelo direito à negociação, no entanto a Empresa não está abrindo espaço para diálogo.

 

"A CUT vê com preocupação a falta de vontade dos gestores públicos e das empresas de abrirem espaço para a negociação com seus trabalhadores. O Sindtic está manifestando que está aberto e à disposição para dialogar. Veja que os trabalhadores não estão falando em paralisação e greve. Eles querem somente uma abertura das negociações, já que a Pauta de Reivindicação dos trabalhadores foi entregue em março, a data-base venceu em abril, já se passaram três meses e os trabalhadores saem no prejuízo, pois a cada mês têm redução da sua renda líquida", salientou o diretor da CUT/SE.

 

Trabalhadores responsáveis pelos lucros da empresa

 

Os Trabalhadores da Emgetis entendem e defendem a posição do Governo, de melhorar a gestão dos gastos públicos. Com essa compreensão, os profissionais da Empresa, que atuam através do desenvolvimento, da aplicação e do suporte dos recursos da Tecnologia da Informação e Comunicação de Dados (TIC) têm oferecido substancial contribuição para a desburocratização e melhoria contínua da máquina pública, para o fortalecimento da imagem do Governo, para dar celeridade no cumprimento das políticas públicas, e para proporcionar expressiva redução no custeio e nos investimentos nas despesas estaduais.

 

Segundo Jairo, analisando os documentos “Avaliação do Cumprimento das Metas Fiscais do 2º Quadrimestre de 2011 - Janeiro à Agosto” (SEFAZ), “Indicadores da EMGETIS”, e diversas matérias informativas contendo depoimentos de Secretários e demais Gestores Públicos, pode-se constatar que os indicadores da evolução das receitas e despesas do Estado revelam crescimento da arrecadação, distanciamento do limite prudencial e do limite máximo fiscal, denunciando uma situação favorável ao pleito dos trabalhadores da EMGETIS.

 

"Constatou-se também que a Empresa tem aumentando ano-a-ano sua performance com significativo impacto nas contas da atual gestão estadual, consolidando-se como instrumento estratégico, fruto do nosso trabalho, aumentando a economia do governo com as contas públicas, o que pode ser claramente evidenciado no relatório que a EMGETIS disponibilizou no seu site (desde 16.08.2011), onde se pode verificar, entre outros resultados relevantes: a empresa como Provedor de internet para 50 Órgãos, e também respondendo por 400 circuitos de comunicação na estrutura de TIC do Governo, gerando para o Estado uma economia substancial com esses serviços; entre 2009 e 2010 a instituição atingiu um crescimento de mais de 66% na prestação de serviços de help desk e nos últimos 4 anos e meio aumentou em 729% sua capacidade de armazenamento, influenciando positivamente na qualidade dos serviços que são ofertados ao Cidadão, com impacto na melhoria da imagem do Governo; Soluções como o E-doc e o Acervo digital tem poupado os cofres públicos da subtração de elevada soma com o dispêndio de recursos que forçosamente seriam demandados com empresas privadas; e finalmente cabe um capitulo a parte “a implantação do correio eletrônico Expresso Livre” em mais de 75 Órgãos públicos, atendendo mais de 18.000 usuários, gerando uma economia anual em torno de R$ 1.400.000,00, que o Governo arcava com a compra e a renovação de licenças de software", revelou Jairo.

 

Nesse breve relato fica inconteste que o lucro financeiro e social gerado pelos Trabalhadores da Emgetis nem sempre está devidamente contabilizado nos Balanços da instituição, pela não exigência de se efetuar os registros contábeis dos não-desembolsos e as economias geradas pelas ações (evidenciadas) desenvolvidas pela empresa através dos seus trabalhadores.

 

Nesse sentido, os servidores contatam ser viável à Emgetis retribuir aos seus empregados 3% de ganho real salarial, por ocasião do ACT 2012/2013 e implementar outras melhorias das condições de trabalho para a empresa continuar cumprindo o seu importante papel junto à máquina pública em benefício do Cidadão usuário dos serviços públicos.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT

Copyright © 2002-2012 CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.438 - Entidades Filiadas | 7.464.846 - Sócios | 22.034.145 - Representados
Rua Porto da Folha, nº 1039 – Bairro Cirurgia – CEP: 49055 540 – Aracaju/SE | Tel.: (79) 3214-4912 – Fax: (79) 3222-7218