Facebook Twitter YouTube

CUT SE > ARTIGOS > MOSAICO - 9 DE ABRIL

MOSAICO - 9 de abril

Escrito po: Rubens Marques (professor Dudu) - Presidente da CUT/SE

10/04/2017

TRUMP BELIGERANTE - O presidente Donaldo Trump, que a cada dia tem se revelado incompetente para governar os EUA, aposta na arrogância e beligerância para desviar o foco do seu raquítico desempenho político, por isso autorizou o ataque à Síria. O argumento de que a ação foi uma resposta ao uso de armas químicas por Bashar Al-Assad não convence, uma vez que, as tropas americanas já mataram milhares de crianças com os seus bombardeios irresponsáveis no Vietnã, Afeganistão, Iraque etc.

 

VENEZUELA: RESITÊNCIA HEROICA I - O imperialismo e seus cupinchas (elite venezuelana) têm encontrado forte resistência para destruir a Revolução Bolivariana em curso. Já tentaram de tudo: golpes de estado, exclusão do MERCOSUL, intromissão vergonhosa da OEA em defesa dos golpistas, desabastecimento criminoso orquestrado pelos empresários etc., mas o povo consciente tem saído às ruas para defender a continuidade do projeto iniciado por Bolívar e contemporaneamente assumido brilhantemente por Hugo Chaves que, ao morrer deixou maduro com a tarefa de seguir adiante. Em março foi divulgado pela ONU o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Venezuela (0,767) melhor do que o do Brasil (0,754) e também melhor do que a média na América Latina e do Caribe que é de (0,741).

 

VENEZUELA: RESITÊNCIA HEROICA II - A grande mídia internacional tem omitido informações sobre a resistência cotidiana da massa trabalhadora na Venezuela. Todos os dias são milhares de bolivarianos nas ruas combatendo os golpistas.

 

VENEZUELA: RESITÊNCIA HEROICA III - Certa vez, eu encontrei no aeroporto de Havana dois aviões lotados de estudantes de escola pública da Venezuela que estavam desembarcando para fazer intercâmbio cultural com a ilha de Fidel. Na época, Hugo Chaves era o presidente. Conversando com alguns deles fiquei sabendo que havia também intercâmbio entre atletas dos dois países.

 

DILMA EM HAVARD: SE LULA CONCORRER, ELE GANHARÁ - Presidente deposta pelo golpe participou de evento organizado pela Universidade de Harvard nos Estados Unidos neste sábado; Dilma Rousseff afirmou que a democracia é o lado certo da história e que os atores do golpe subestimaram a crise que eles mesmos criaram; "Todos os governos democráticos agregaram. Você pode discordar, mas eram governos legítimos"; Dilma também se manifestou a favor da candidatura de Lula em 2018 e diante da reação da plateia, afirmou: "Deixa ele concorrer para ver se ele não ganha"; a petista também disse não acreditar em "salvadores da pátria"; por fim, Dilma condenou a perseguição a partidos e empresas, defendendo que se punam os culpados; "Eu não tenho medo nem culpa", sendo aplaudida no auditório. (247)

 

CONTA RÁPIDA I - Durante mesa de debate no Tribunal Regional do Trabalho (TRT – 20), na sexta-feira dia 07, um dos palestrantes (especialista em direito previdenciário) afirmou que um trabalhador que recebe R$ 3.000,00 (três mil reais) pagará durante os 49 anos de contribuição (propostos pelos golpistas) aproximadamente 03 milhões e 300 mil reais e receberá em forma de aposentadoria (levando-se em consideração a expectativa de vida) 600 mil. O cálculo poder ser adequado para qualquer salário, inclusive o mínimo.

 

CONTA RÁPIDA II - Ele disse ainda que, se ao invés de contribuir com a previdência o trabalhador investir o mesmo valor em outra atividade o resultado será mais interessante. Por isso afirmamos que o governo golpista está beneficiando a previdência privada ao atacar o regime de previdência geral.

 

O POVÃO SE ABURGUESOU? - Celebrada em editorial do Estadão como prova do "colapso petista", pesquisa de campo da Fundação Perseu Abramo, ligada ao PT, aponta para a existência de um exótico "liberalismo das classes populares", diz que a maioria das pessoas "tendem a se considerar de classe média", além de "tratar o mercado como instituição mais crível do que o Estado'", escreve Paulo Moreira Leite, articulista do 247. Lembrando que o debate sobre consciência, ideologia e luta social sempre fez parte das discussões sobre transformações sociais, PML recorda que já em 1846, quando Marx e Engels escreveram A Ideologia Alemã, se sabe que "as ideias da classe dominante são, as ideias dominantes em cada época." O autor lembra que na década de 1970, enquanto pesquisas acadêmicas apontavam para o alto grau de alienação dos trabalhadores brasileiros, "lideranças de operários montavam oposições para disputar lideranças de grandes sindicatos, assumiam a luta no chão de fábrica e abriam espaço para o nascimento de Luiz Inácio Lula da Silva, principal liderança popular da história republicana". (247)

 

ARACAJU VIOLENTA - Dados publicados por uma ONG mexicana ”Seguridad, Justicia y Paz" revela que Aracaju é a 12ª cidade mais violenta do mundo, já a Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas (DAPP/FGV), diz que Sergipe tem a maior taxa de homicídios dolosos do país. Viu? Não são só a educação e a saúde que estão em frangalhos em nosso estado.

 

LAÉRCIO OLIVEIRA: O PAI DA TRAGÉDIA - O Deputado Federal Laércio Oliveira tem dito que a legislação trabalhista brasileira é atrasada e cita os exemplos de outros países, menos no que tange a questão salarial. Se, é para comparar, vamos incluir os salários. Vejam abaixo as jornadas e os salários em alguns países (em dólares).

 

Itália: 36 horas - 2.900,00 U$

 

Austrália: 36 horas - 3.750,00 U$

 

Suécia: 36 horas - 3.200,00 U$

 

Bélgica: 35 horas - 3.700,00 U$

 

Suíça: 35 horas - 4.200,00 U$

 

Alemanha: 35 horas - 4.200,00 U$

 

Irlanda: 34 horas - 4.300,00 U$

 

Noruega: 33 horas - 3.800,00 U$

 

Dinamarca: 33 horas - 3.800,00 U$

 

Holanda: 29 horas - 3.900,00 U$

 

Brasil: 44 horas - 350,00 R$

 

(Dados de 2014)

 

Dos países citados apenas a Alemanha e Itália têm o PIB maior do que o do Brasil.

 

1º Estados Unidos da América 18,03 trilhões

 

2º China 11 trilhões

 

3º Japão 4,38 trilhões

 

4º Alemanha 3.36 trilhões

 

5º Reino Unido 2.86 trilhões

 

6º França 2,42 trilhões

 

7º Índia 2,09 trilhões

 

8º Itália 1,82 trilhão

 

9º Brasil 1,77 trilhão

 

10º Canadá 1,55 trilhão

 

Participação na economia mundial:

 

1 - EUA: 24,32%

 

2 - China: 14,84%

 

3 - Japão: 5,91%

 

4 - Alemanha: 4,54%

 

5 - Reino Unido: 3,85%

 

6 - França: 3,26%

 

7 - Índia: 2,83%

 

8 - Itália: 2,46%

 

9 - Brasil: 2,39%

 

10 - Canadá: 2,09%

 

Fonte: Banco Mundial (Base de Dados dos Indicadores do Desenvolvimento Mundial - publicado em 01de fevereiro de 2017).

 

MINHA RESPOSTA AO REPRESENTANTE DA FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO DO ESTADO DE SERGIPE (FECOMÉRCIO)

 

VANDALISMO FOI O QUE FIZERAM COM A LEGISLAÇÃO TRABALHISTA - Os empresários sergipanos fizeram ato em solidariedade ao Deputado Federal (SD) Laércio Oliveira, na segunda-feira dia 04, em resposta à manifestação da classe trabalhadora realizada na quinta-feira, dia 31 de março, contra as reformas da morte e a aprovação do PL da terceirização.

 

Farei aqui alguns esclarecimentos antes de discorrer sobre as minhas impressões referentes ao ocorrido:

 

1. A data da manifestação da classe trabalhadora em Sergipe no dia 31 de março (data do golpe civil-militar) foi escolhida para denunciar não somente o golpe de 64, mas também o de 2016.

 

2. O protesto que se iniciou na Praça General Valadão se dirigiu até a MULTSERV, quartel general da terceirização, que tem como dono o Deputado Federal e empresário, Laércio Oliveira (SD);

 

3. Laércio Oliveira foi o relator do PL da terceirização que destruiu conquistas históricas da classe trabalhadora.

 

Dito isto, vamos as minhas ponderações sobre as lamúrias dos representantes da FECOMÉRCIO: primeiro o Sr. Marcos não sabe contar, uma vez que ele disse que a manifestação tinha 500 pessoas, quando na verdade tinha mais de 05 mil. Ele disse também que a democracia foi ferida e rasgada com uma faca, e quanto a essa fala pergunto: se uma pichaçãozinha foi capaz de causar danos à democracia, o que dizer do golpe contra Dilma? Quero lembrar que o deputado-empresário Laércio Oliveira mesmo sabendo que Dilma era inocente votou a favor do "impeachment".

 

O Sr. Marcos se esqueceu de dizer que os empresários do sul e sudeste financiaram as manifestações para derrubar uma presidenta eleita democraticamente e durante as passeatas principalmente em SP e RJ houve destruição do patrimônio público e privado. A Avenida Paulista se transformou numa praça de guerra comandada por gente branca de olhos claros que moram em apartamentos de luxo. Isso sim é vandalismo.

 

Eu participei do ato e não vi ninguém quebrando carro nem furando pneu, portanto num país que sabotou um governo democrático, não me assusta se algum infiltrado pelos patrões cometeu excessos para incriminar os manifestantes.

 

Os golpistas se enganaram ao calcular que iriam destruir as conquistas trabalhistas e a classe trabalhadora não iria reagir. Laércio Oliveira, André Moura e os demais deputados que votaram a favor da terceirização na atividade fim levaram o Brasil de marcha ré ao século XIX.

 

Eu pago pra ver os deputados estaduais e vereadores pedirem voto para quem golpeou o povo em Brasília ao apoiar as reformas e a terceirização, que na verdade foi uma minirreforma trabalhista.

 

Os golpistas inimigos do povo fiquem espertos porque o interior também tá mobilizado inclusive a cada dia acontece uma audiência pública com participação de camponeses, servidores públicos, trabalhadores do setor privado etc. para debater os ataques aos direitos da classe trabalhadora.

 

Nunca é demais lembrar que boa parte dos deputados e senadores que votaram pela derrubada de Dilma, hoje estão encrencados na operação Lava Jato como larápios.

 

Dia 28 de abril faremos mais um grande ato, que tem tudo pra ser o maior da história de Sergipe.

 

DIA 12 NAS CÂMARAS DE TOMAR DO GERU E ESTÂNCIA - No dia 12, estarei usando a tribuna da Câmara de Vereadores da cidade de Tomar do Geru às 9h para defender a não privatização da DESO. Lá dividirei o tempo com Sérgio Passos, presidente do SINDSAN. À tarde, a partir das 15h00 usarei a tribuna do parlamento estanciano para falar sobre Reforma da Previdência.

 

PALESTRA MEMORÁVEL - O SINTESE, a CUT e o Centro de Estudos Karl Marx promoveram na cidade de Estância uma palestra sobre os golpes de 1964 e 2016. A expositora foi a professora do departamento de Direito da UFS/UNIT Andréa Depieri Reginato. O evento mobilizou 200 pessoas de toda região sul, com presença majoritária de professores e alunos. Parabéns ao SINTESE.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

RÁDIO CUT
Abaixo Assinado – Campanha Para Expressar a Liberdade

Copyright © 2002-2012 CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.438 - Entidades Filiadas | 7.464.846 - Sócios | 22.034.145 - Representados
Rua Porto da Folha, nº 1039 – Bairro Cirurgia – CEP: 49055 540 – Aracaju/SE | Tel.: (79) 3214-4912 – Fax: (79) 3222-7218